Sozinho

Eu gosto do tranquilo Músicas lentas, conversas A certa distância. Dormir junto. E eu não durmo muito Talvez por dormir sozinho Gosto de ler em voz alta. Tenho vergonha, mas leio Talvez por ler sozinho Cozinhar, testar novas receitas sem medo de errar Talvez por comer sozinho Mesmo num bar lotado, sentado Peço uma garrafa…

Arrependimento

Ouvindo “Olhos nos Olhos” na voz da Bethânia Senti o vento da caixa de som soprando em minha face secando uma lágrima perdida enquanto lembrava da última tarde (porque “última noite” é coisa de romances) em que acordei do seu lado achando que tinha me perdoado Acordou com raiva de mim e chorou até o…

Vontade

Eu não esperava que ela fosse se abrir tanto pra mim. Falava dos seus dias tediosos e das madrugadas em claro em que o filho a acordava gritando de fome. Chegava pela manhã certas vezes com olhos vermelhos de cansaço. Quando podia sair, enchia a cara e fumava, não ligava pra nada. Me mandava desabafos…

Alergia – Poema/Jazz

Então Eu queria te dizer Que todas as vezes que pensei em você Foram em vão   Eu fui calmo, atento, mas por dentro eu me enganava e também te iludia Com propostas indecentes durante a luz do dia Eu não me importava com nada   Um tormento que me tocava os pés durante a…

EH CRACK PORRA

Era 2007. Foi a primeira vez que tive contato com uma droga, no caso o CRACK. . Desde então, eu não sei bem onde estou, mas lembro que na primeira puxada eu fui teletransportado para o Brasil de 2076. A raça humana sofreu uma grave mutação em seu genoma, levando a quase total extinção dos…

O andar que não existia

Ela morava no prédio E o seu andar não existia O elevador andava de lado Ela era feia e muito linda Era também vegetariana Mas só quando fumava Ou bebia. Transitava pela viela Com pressa e sentava às escuras no único Ponto de luz da cidade. Queria sentar, sair, sumir! Mas tudo que fazia Não…