Telescópio Japonês

— É isso aqui ó — Disse Lúcio, colocando um objeto cilíndrico em cima da mesa. — Que. Porra. É. Essa? — Perguntou Filipe. — Isso aqui é o masturbador japonês TENGA AIR-TECH STRONG — Pegou aquele objeto e fingiu olhar o céu como um telescópio — É o que…? — Masturbador, cara. É só meter a pica…

TÔ GUARDANDO COCÔ DENTRO DO FRIGOBAR DO HOTEL – Crônica

HOMEM: Eu era foda na infância.  O picão das aulas de teatro. Sempre fumava maconha no camarim. Agora olha pra mim, Eu tô morando na porra de um hotel e amanhã eu tenho exame. Tô guardando cocô dentro do frigobar do hotel Do lado da latinha de Itaipava Deve ser horrível pra ele, como está…

O saxofonista na janela.

Peixoto Gomide.   Rua Grande colisão estrelar. O choque gostoso da piranhagem selvagem e abuso de drogas. A droga das primeiras horas da noite é a cerveja 600ml. 5 reais no mercado do china. Logo acima num prédio, na altura do quinto andar um homem toca com certa lentidão e dificuldade a escala de dó…

Minha Julia

Eu só queria levar a Julia pra passear, mas eu vacilei, me deixei levar pelo tesão. O que tínhamos era algo legal, digo, com a Claudia, mesmo que todo dia reclamasse do pano de prato molhado em cima da pia. Minha mãe sempre me protegeu dizendo que o que sentia era felicidade quando via um…

Figuras – crônica

Heitor não tinha lirismo na vida. Nao por ser jornalista, mas por ter nascido com uma certeza que todos nos desconhecemos. Se tem algo que não sabemos, é até quando viveremos. Heitor nasceu com uma doença genética, progressiva e mortal. Ninguém de sua família jamais passou dos 35. Não via sentido nas figuras de linguagem….

O tempo é um meio de se perder em si. – Poema

A solidão é medida em segundos. Mas não da forma que você está pensando. Segundos daquele abraço que se dá quando se encontra alguém com quem já compartilhou uma história de sangue ou espírito. Sabe quando sua voz parece esquisita quando sai? Praticamente desconhecida. O rosto cada vez menos reflete no espelho do quarto. No…