Dodge Charger meia nove

Chegando em casa esqueci que tinha deixado a chave debaixo do tapete. Fiquei procurando um tempão por ela na minha bolsa. Já estava ligando para o escritório quando lembrei. Simone atendeu.     Oi Simone, liguei pra ver se tinha visto minha chave mas já achei     Clara… O Maurício acabou de morrer.  …

Autonomia – conto

Parei na Augusta, ali na esquina da Peixoto Gomide. Eu costumava comprar livros que o Flávio vendia em seu carro todas as noites de quarta à sábado. Entrei no carro junto com a Dany e Diego, que esperavam ali. toda quarta-feira a gente se encontrava lá pra ler alguma coisa e beber. Resolvemos esperar dentro…

Limites – Crônica

Quando você sai de um relacionamento traumático existe uma certa alergia a qualquer tipo de apego e ínfimo sinal de afeto. Você sai sem rumo, sem ritmo, e procura pessoas que você não vai se lembrar o nome daqui a 3 anos. Assim Ella fez nos quatro primeiros meses de liberdade que sucedem uns quase…

Meu nome é Roberto

Eu lembro da primeira vez que eu menti o meu nome. Cara… Fingir ser outra pessoa é engraçado. Dá um nervoso no começo. Parece que tá todo mundo te olhando e tal. “seu nome, senhor?” perguntou a menina do Burger King. “Roberto”. Foi aí que começou. Todo lugar que eu ia eu era Roberto. A…

Manu (2008) – Conto

Depois da aula, a minha primeira, uma semana depois da semana de trotes, encontrei uma menina da minha turma olhando lá pra baixo, para o jardim. — Oi. — Oi — ela respondeu se virando pra mim. — Dizem que é perigoso ficar olhando praí. — Sério? Por que? — O jardim puxa quem olha…

Dormente Selvagem – Conto

série “Selvagem”: Liguei avisando que não iria trabalhar. Não disfarcei a voz. Apenas disse que não iria para a coordenadora do ensino fundamental. Dormi de novo. Acordei às 16h. Levantei e tomei banho. Banho rápido, só para tirar o mal cheiro na nuca. Suava muito durante a noite, especialmente em dias quentes, como tem sido…