O final da trajetória seRIA TRÁGICO(LP & FC)

Te encontrei perdida, vagando pelo vazio do espaco. Com as asas caidas, tentando remendar os pedacos. Eu me deixei levar pela sua gravidade, acreditando que para sua orbita me atrairia. Mas na sua historia satelite eu nao seria. Fui asteroide, VC ME ATRAIU E EU CAI DE CARA NO CHAO TODO QUEIMADO SUA PUTA ARROMBADA…

Dodge Charger meia nove

Chegando em casa esqueci que tinha deixado a chave debaixo do tapete. Fiquei procurando um tempão por ela na minha bolsa. Já estava ligando para o escritório quando lembrei. Simone atendeu.     Oi Simone, liguei pra ver se tinha visto minha chave mas já achei     Clara… O Maurício acabou de morrer.  …

Autonomia – conto

Parei na Augusta, ali na esquina da Peixoto Gomide. Eu costumava comprar livros que o Flávio vendia em seu carro todas as noites de quarta à sábado. Entrei no carro junto com a Dany e Diego, que esperavam ali. toda quarta-feira a gente se encontrava lá pra ler alguma coisa e beber. Resolvemos esperar dentro…

Limites – Crônica

Quando você sai de um relacionamento traumático existe uma certa alergia a qualquer tipo de apego e ínfimo sinal de afeto. Você sai sem rumo, sem ritmo, e procura pessoas que você não vai se lembrar o nome daqui a 3 anos. Assim Ella fez nos quatro primeiros meses de liberdade que sucedem uns quase…

Meu nome é Roberto

Eu lembro da primeira vez que eu menti o meu nome. Cara… Fingir ser outra pessoa é engraçado. Dá um nervoso no começo. Parece que tá todo mundo te olhando e tal. “seu nome, senhor?” perguntou a menina do Burger King. “Roberto”. Foi aí que começou. Todo lugar que eu ia eu era Roberto. A…

Manu (2008) – Conto

Depois da aula, a minha primeira, uma semana depois da semana de trotes, encontrei uma menina da minha turma olhando lá pra baixo, para o jardim. — Oi. — Oi — ela respondeu se virando pra mim. — Dizem que é perigoso ficar olhando praí. — Sério? Por que? — O jardim puxa quem olha…