Sem lua

Perdi, desesperada e antecipadamente, a fé em tudo que eu achava justo nessa vida. Perdi a chance de viver feliz mas escolhi desgraçar minha vida com o sofrimento da crítica. Vejo com dor a dor do outro e sinto na pele o amargo da miséria. Morro junto com as tragédias do mundo e me atento…

Inesperado

Se eu soubesse que sexo resultava em amor eu não transava. Mas eu me esqueço, sempre esqueço. Esqueço que se ele me olha e sorri e o sorriso é mais que luxúria o olho mergulha nos seus olhos verdes transparentes. “me basta mirarte para saber que con vos me voy a empapar el alma” disse…

Mais uma viagem

Eu nunca me apaixonei em São Paulo. Foi o lugar que mais conheci e experimentei mulheres. A última vez que assisti um show abraçado foi no Rio, a última vez que sincronizei sorrisos também. Foi no Rio a última vez que flertei e antes disso, Maceió, Vitória , São Thomé das Letras, Natal, Curitiba, mas…

Claustrophobia

The sorrow, the pain ,the resentment You can always walk away from it. The pettiness, the jealousy, the anger You can always walk away from it. the fear, the traumas, the bad memories You can always walk away from it. But if it is all inside you, you can’t.

Ilesa

Não é só sexo É o cheiro É o batimento acelerado do primeiro beijo Beijo cheio de paixão, intenso A mão boba As descobertas, o olhar O proibido O inesperado E o sexo… Muito sexo É como se eu fosse uma velha, presa num corpo jovem A Juventude é algo que só se sente falta Quando…

A primeira vez que vendi meu corpo.

Foi aluguel na verdade. Não foi a última, mas foi a mais marcante. No começo a gente não entende bem, acha que é algum privilégio e que vai ter prazer. Não há prazer Mas te ensina sobre limites Até que ponto eu consigo seguir firme? Por ‘firme’, quero dizer ‘duro’ O cuspe, o escárnio, as…