Ilesa

Não é só sexo É o cheiro É o batimento acelerado do primeiro beijo Beijo cheio de paixão, intenso A mão boba As descobertas, o olhar O proibido O inesperado E o sexo… Muito sexo É como se eu fosse uma velha, presa num corpo jovem A Juventude é algo que só se sente falta Quando…

A primeira vez que vendi meu corpo.

Foi aluguel na verdade. Não foi a última, mas foi a mais marcante. No começo a gente não entende bem, acha que é algum privilégio e que vai ter prazer. Não há prazer Mas te ensina sobre limites Até que ponto eu consigo seguir firme? Por ‘firme’, quero dizer ‘duro’ O cuspe, o escárnio, as…

O tempo é um meio de se perder em si. – Poema

A solidão é medida em segundos. Mas não da forma que você está pensando. Segundos daquele abraço que se dá quando se encontra alguém com quem já compartilhou uma história de sangue ou espírito. Sabe quando sua voz parece esquisita quando sai? Praticamente desconhecida. O rosto cada vez menos reflete no espelho do quarto. No…

Mordaça – Poema

Perguntou de todas as coisas, de todas as formas sem perguntar nada, Parou em cima de mim sem encostar, Para cá veio sem sair de casa. Em toda minha vida, nunca ouvi nada mais lindo que seu silêncio E nada mais feio vi que o seu amor. Eu só queria poder falar com ela mais…

O mar – (Música)

  sentado no asfalto com os pés descalços olhando o mar o choro seco é a dor que virou mar e a onda a onda recua toda vez que eu vejo passar com passo pesado quem caminha por ali na areia do mar eles não sabem dos perigos que habitam por la e eu aqui…

Durante a Caminhada – Poema

Aos poucos Ia apagando da minha memória Cada passo dado voltando da sua casa Na primeira vez que a tive perto E mais nada. O vento batia gelado Numa noite de neblina intensa O choro secava Antes mesmo de virar lágrima. Cada passo pesado daquela caminhada Me fez mais homem do que na infância Enquanto…