Dormente Selvagem – Conto

série “Selvagem”:


Liguei avisando que não iria trabalhar. Não disfarcei a voz. Apenas disse que não iria para a coordenadora do ensino fundamental. Dormi de novo. Acordei às 16h. Levantei e tomei banho. Banho rápido, só para tirar o mal cheiro na nuca. Suava muito durante a noite, especialmente em dias quentes, como tem sido os dessa semana.

Deixei a TV ligada enquanto fumava sentado no sofá. Fiquei horas olhando pra janela, ouvindo as notícias na TV até ficar com dor de cabeça.

Peguei a bolsa de remédios, abri. Tinha bastante coisa dentro, virei a bolsa em cima da mesa e destaquei todos os comprimidos. Fui na cozinha e peguei um pilão de pedra e os amassei. Peguei uma parte e joguei na mesa da sala. Abri a gaveta e peguei meu cartão de crédito e encarreirei. Abri a outra gaveta e peguei um canudo. Puxei tudo pela narina direita. Comecei a chorar de um lado só, enquanto meu nariz se enchia de coriza. Peguei o restante do pó, com o cartão joguei-o pra dentro de um copo de guaraná do dia anterior e bebi.

Deitei. Dormi.


I: Objeto Selvagem
II: Garoto Selvagem
III: Instinto Selvagem 
IV: Coração Selvagem
V: Dormente Selvagem

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s