Sono – Poema

Do alto dos meus 27 anos
idade fatal para os junkies famosos
e eu sem dormir direito há três dias.

Numa residência estudantil
onde só eu pareço estudar
e o resto do mundo em festa.

Nao sei se eu fiz as coisas todas cedo demais
E agora cansei
Ou se eu sempre fui ranzinza.

Mas depois de três noites com o baixo fazendo a minha cama tremer
(e antes eu estivesse fazendo minha cama tremer)

Eu
preciso
dormir.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

  1. Mauricio disse:

    Boa noite.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s