3 poemas de 2008

 

Os cariocas têm medo da chuva

Quando a chuva vem
Mesmo que depois ou durante um dia quente
Abrem-se os guarda-chuvas,
As janelas dos ônibus fechadas
E lá dentro, todos suando em seus casacos pesados
Porque ao sair de casa viram a chuva;
Chuva gélida que nem em dia quente é alívio
Ou vice-versa.
O medo de algumas gotas d’água, que
Diferentemente dos europeus
Sentimos em nossos corpos todos os dias ao tomar banho,
Fazem-nos amontoar em pequenos esconderijos;
Árvores, tendas, marquises.
Ao ligar a chuva ao frio, entendemos porque temos tanto medo dela
Com chuva não se vê biquíni,
Ou o ar vermelho e ondulado de uma manhã na praia;
Mas começo a desconfiar que nem do calor gostamos
Suor não nos agrada…
É apenas a ideia que os de fora têm da gente
E nós apenas aceitamos.
Está tudo escorrendo em nossas cabeças.

 

O que ocorre no final do começo do dia

Correndo e olhando pra trás
Via, se aproximando com a ira estampada na cara
E um esforço descomunal -, esse rapaz
Empurrando forte o chão pra tentar me alcançar
Falhavam minhas pernas de músculos fracos
Ele cada vez mais perto, mais e mais.
E meu coração a ponto de colapsar
Senti na perna um puxão
Minha cara colidiria no chão
Quando a face tocou o solo
Percebi que era apenas meu pai
Puxando-me e gritando “levanta logo”
Às 6 da manha de segunda.
Mas nem sempre eu acordo.

 

Obra

Não tô achano
O resistro do banheiro
Perto do vasculhante ou do chuvêro
O bindê tá vazano, molhano o chão intêro
Da tauba do teto
Uma goteira nasceu no meio
Que cagada.
– Poe um esteio
– Que?
– Nada, Nada…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s