Primeiro Encontro

Seu beijo
fermentado
Triste e confuso
Lento e doce
Na face
um choro seco
na pele amarrotada

Um corpo tenro
Segura minha mão e pede
sem falar nada
para a acolher

Com sono
Deita
Dorme

Mal pisco ou me movo
Deito do seu lado, por trás
Sinto
A noite toda
Observo
A pele macia
As tatuagens diminutas
Os velus desordenados

A nuca
Frágil
Inesquecível
Momento sereno
Mas me condeno
A não mais dormir depois disso.

Rio, 16-08-16

 

WhatsApp Image 2016-08-30 at 13.44.57

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s